publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde

Câncer de próstata, cirurgia robótica é a melhor?

O que é a prostatectomia radical?

 

É um tratamento cirúrgico para câncer de próstata, aonde a mesma é removida.

Agora esse procedimento pode ser feito com técnicas robóticas.

A grande vantagem da cirurgia robótica é que ela possibilita o exame da área e a remoção da próstata sem que sejam necessárias grandes incisões abdominais.

O que é a cirurgia robótica?

 

A cirurgia robótica prostática é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo aonde são feitas pequenas incisões, resultando em uma recuperação mais rápida, menos complicações e tempo reduzido de internação.

Esse tipo de cirurgia combina o procedimento minimamente invasivo com tecnologia robótica avançada.

As vantagens:

 

- Incisões menores sem o corte de músculos.

- Menor perda de sangue .

- Não é necessário o uso de analgésicos.

- Remoção mais rápida do cateter.

- Recuperação mais rápida.

- Retorno as atividades diárias e ao trabalho em menor período de tempo.

Efeitos colaterais sexuais:

 

A cirurgia robótica é extremamente precisa e poupa os feixes  nervosos responsáveis pela ereção.

O qualidade da atividade sexual após a cirurgia é determinada por diversos fatores. Dentre eles estão a idade do paciente e o desempenho sexual  antes do procedimento.

A maioria dos pacientes sofre de problemas temporários de ereção após a cirurgia.

Após a cirurgia:

 

- O procedimento tem duração de 2 a 4 horas.

- O tempo de internação é de 1 a 2 dias.

- É necessário ficar 7 dias sem dirigir.

 

Consulte seu médico para mais informações!

Postado por joaoflavio às 13:44

Compartilhe:

Nenhum comentário

Saiba como detectar essa poderosa bactéria!

Definição:

O Staphylococcus aureus resistente à meticilina, geralmente referido pelas siglas SARM ou MRSA (do inglês Methicillin-resistant Staphylococcus aureus) ou ORSA (do inglês Oxacillin-resistant Staphylococcus aureus),  é uma bactéria que se tornou resistente a vários antibióticos.

A maior parte das infecções causadas por MRSA ocorre em indivíduos que se encontram hospitalizados  e em outros centros de saúde como asilos e centros de dialise.
Outra forma de contaminação pelo MRSA ocorre na comunidade em geral entre pessoas saudáveis. É propagada por contato da pele e em geral ocorre em locais com grande número de pessoas.

sintomas:

Inchaços vermelhos doloridos que parecem com espinhas ou picadas de aranha. A área afetada pode estar quente ao toque, com secreção purulenta e acompanhada de febre.Essas feridas podem rapidamente se transformar em abscessos, os quais, precisarão de drenagem cirúrgica.

Em casos mais raros a bactéria pode penetrar camadas mais profundas na pele e na musculatura, provocando risco de morte, devido a infecções nos ossos, articulações, circulação sanguínea, válvulas cardíacas e pulmão.

Quando procurar o médico?

Preste atenção em problemas pequenos na pele como espinhas, picadas de insetos e cortes (especialmente em crianças). Se as feridas estiverem acompanhadas de febre, consulte um médico rapidamente.

Resistência ao antibiótico:

O MRSA é o resultado de décadas de uso desnecessário de antibióticos. Por muito tempo os antibióticos são prescritos para tratamento de gripes e outras infecções virais, as quais, não respondem a essas drogas.Essa terapêutica errada faz com que a bactéria se torne imune aos antibióticos.

Consulte seu médico se algum dos sintomas acima for detectado.

Não use medicamentos sem  consultá-lo.

Postado por joaoflavio às 15:30

Compartilhe:

Nenhum comentário

Você sabia que uma grande altitude pode ser perigosa pra sua saúde? Como isso pode ser evitado ?

A doença:

O mal da montanha, também conhecido como doença das alturas ou hipobaropatia, é uma condição patológica relacionada com os efeitos da altitude nos humanos, causada por exposição aguda à baixa pressão parcial de oxigênio a altas altitudes. Ocorre normalmente acima dos 2400 metros. O corpo humano sofre desse mal porque não consegue se adaptar a baixa pressão do ar e aos baixos níveis de oxigênio no ar, aumentando a respiração de forma descontrolada.

Sintomas:

Sintomas típicos incluem dor de cabeça, enjoo, vômito e tontura.os sintomas leves causam fadiga, respiração curta, perda do apetite, problemas de sono e perda de energia.Os moderados causam dores de cabeça intensas, fadiga, fraqueza, respiração curta. também podem ocorrer dificuldade para andar e pensar.Os severos incluem dificuldade para andar, confusão mental e acumulo de fluidos no pulmão e cérebro.

Diagnóstico:

Quando a dor de cabeça somada a qualquer outro sintoma ocorre dentro de 24 a 48 horas após mudança de altitude, o mal da montanha deve ser considerado.

Tratamento:

O tratamento principal para todos os estágios da doença é a descida imediata para uma menor altitude. No caso de doença da montanha severa também serão necessários tratamentos médicos.

Prevenção:

A melhor forma de se prevenir é pela aclimatação.Esse processo permite que o corpo se adapte a mudança de concentração de oxigênio. O mal da montanha pode afetar qualquer pessoa. Mulheres grávidas devem consultar seus médicos antes de viajar para lugares de maior altitude. Prevenir é o melhor remédio. Bom final de semana!

Postado por joaoflavio às 12:36

Compartilhe:

Nenhum comentário

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade